Manifesto por uma Nicarágua Livre e Democrática

Décadas após protagonizar uma autêntica revolução popular contra a ditadura familiar dos Somoza, a Nicarágua volta a frequentar as manchetes mundiais. Desde abril deste ano, o regime autoritário de Daniel Ortega e Rosário Murillo enfrenta uma forte contestação nas ruas. A rebelião da juventude e do povo da Nicarágua, que já produziu centenas de mártires, clama por solidariedade internacional. Daqui do Brasil, ativistas nicaraguenses localizados em Porto Alegre, Pelotas, Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas, Belo Horizonte e Brasília, em coordenação com outras organizações e pessoas solidárias com Nicarágua, divulgamos abaixo uma versão resumida do “Manifesto por uma Nicarágua Livre e Democrática”, impulsionado por históricos intelectuais e militantes revolucionários sandinistas, como Ernesto Cardenal, Gioconda Belli e Sergio Ramirez.

Para conhecer detalhes do manifesto ou declarar sua adesão, clique aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s